Banner

Fazendinha

Deus é Fantástico.

No ultimo dia 11 de abril do ano em curso, completou-se um ano da morte do nosso saudoso Pe. Israel. E no dia 15 do mesmo mês inauguramos a capela Nossa Senhora Aparecida, no local onde esta enterrado o seu corpo. De fato, foi um domingo muito abençoado, pois era o domingo da Misericórdia, que se encaixou certinho com a vida do Pe. Israel, um homem misericordioso. Naquele domingo, tinha aproximadamente umas duas mil pessoas em nossa casa. Foi muita emoção tanto para mim que vivi com Pe. Israel, como para com as pessoas que lá estiveram.

Desde o dia do falecimento de Pe. Israel, eu assumi os trabalhos da “Fazendinha”. Pude fazer uma experiência muito boa e muito exigente, pois substituir aquele padre não é uma missão tão fácil. Mas, com a graça de Deus, temos conseguido a levar em frente a missão confiada. Hoje eu repito as palavras de Pe. Israel: “Deus é Fantástico”. Explico o porquê: Pe. Israel morou na Fazendinha durante 28 anos,e estava sozinho com os “filhos”; e eu, somente oito meses fiquei sozinho morando com os “filhos”, pois logo Deus me deu dois irmãos, Pe. Joelber e Fr. Antônio Maria (Juninho), para ajudarem nos trabalhos e para formarmos uma comunidade religiosa.

Como é possível perceber, os trabalhos continuam sendo realizados. Tivemos que reformular a estrutura interna da fazenda, pois, devido à fragilidade da saúde de Pe. Israel, algumas questões foram deixadas de lado. Com isso, foi tivemos que reformular nosso modo de fazer o tratamento dos filhos, ocupando-os mais, não para serem forçados a trabalhar, mas para oxigenar o cérebro e ocupar a mente, afinal “mente vazia, oficina do diabo”, reza o ditado popular.

Hoje, depois de um ano do falecimento de Pe. Israel, eu só tenho que agradecer: a Deus, por ter dado forças para eu encarar esse desafio; ao povo de Lavras e região, que tem me ajudado financeiramente e com suas orações; aos confrades que moram comigo, Pe. Joelber e Fr. Antônio Maria, pelo companheirismo; aos padres da Paroquia Sant’Ana e do Seminário Dehonista de Lavras, como também aos padres diocesanos, pelo apoio e fraternidade. Sou muito grato a Deus por tudo que vocês tem feito por nós da Fazendinha. Deus abençoe a todos.

Pe. Antonio Marcos Damazio, scj.

Comments are closed.