Banner
Dehonianos - Província BSPDestaquesDISTRITO BSL CELEBRA JUBILEU DE OURO

DISTRITO BSL CELEBRA JUBILEU DE OURO

Desde a chegada dos pioneiros da missão naquelas terras, muitos frutos colhemos. A semente germinou e produziu tanto que chegamos aos 50 anos de Amor e Reparação.

A bela cidade de Pindaré-Mirim/MA (lugar onde tudo começou), dos dias 22 a 26 de novembro, era só alegria. Era ela a nossa La Capelle! Para lá rumaram os padres, os fratres, os leigos, os formandos: era hora de missão. Podemos dizer que refizemos os passos dos pioneiros na visita de casa em casa e nas celebrações ao longo daqueles dias. Todo povo era uma só voz ao dizer o quanto foi bom a obra feita até então.

Até que chegou o grande dia 25, providencialmente, dia de Cristo Rei. Desde bem cedinho os missionários e o povo de Deus partiram do estádio Jaime Melo, rumo à igreja matriz. Era hora de mostrar que somos uma “Igreja em saída” que pisa no solo da existência daquele povo e que traz consigo – até o altar – o pó da vida perseverante. O largo da igreja foi aos pouco sendo tomado de uma multidão. Todo mundo queria tributar ao Senhor um louvor pela bênção dispensada.

Aqueles dias estavam quentes, o sol rachava sobre a nossa cabeça. Ouvimos do animador da celebração jubilar a frase: “até o céu se preparou para celebrar conosco!” E como que de presente celestial vimos o céu pindareense ficar nublado para que pudéssemos celebrar a Eucaristia. E eis que chegou o momento, na Eucaristia, juntamos nosso coração ao de Jesus e assim sentimos que tanto no céu como na terra, era uma festa só.

Aquela memorável celebração jubilar guardava alegrias. Primeiro por termos a presença do nosso provincial da BSP (que presidiu a missa), depois pela presença feliz do provincial da BRE que também se preparava para celebrar seus 125 anos de missão e, a presença de nossos missionários de agora, padres, religiosos e formandos que naquele altar enchiam o olhar da assembleia com o dourado de suas vestes. A cada sacerdote apresentado, escutávamos explodir a emoção das palmas incontidas do povo.

Entretanto, não podia aquele dia passar como um evento privado e, inesperadamente, o padre provincial fez alcançar a todos a leitura da Bênção Apostólica do papa Francisco ao Superior Distrital e a todo o povo ali reunido. Tivemos que conter nossa emoção, que não cabia em nosso peito: tínhamos em nosso coração mais um motivo de louvor.

Mas, toda boa festa tem presente! E aquela não poderia ser diferente. Após a comunhão, toda aquela assembleia se uniu à voz do nosso superior provincial que consagrou a cidade de Pindaré-Mirim ao Coração de Jesus. Presente mais belo e merecido, aquele povo não poderia receber. Acabada a liturgia jubilar, todos nos confraternizamos com um show dos padres dehonianos do Distrito.

Verdadeiramente a civilização do amor é possível e em cada dia daquela festa jubilar conseguimos experimentar esta realidade. A festa acabou, mas a missão continua e esperamos renovar daqui a 50 anos o nosso compromisso de amor e reparação. Gratos somos ao Coração de Jesus por inspirar nossos pioneiros e pedimos jubilosamente que estes, tenham no céu, a recompensar pela semente lançada naquele chão.

Fr. Arlyson Ernesto SCJ (2º Ano de Teologia, Conventinho de Taubaté).

Comments are closed.