Banner
Dehonianos - Província BSPDestaques NotíciasJUBILEU DE PRATA DO P. MARCIAL MAÇANEIRO SCJ

JUBILEU DE PRATA DO P. MARCIAL MAÇANEIRO SCJ

No dia 20 de julho de 2019 tive a honra de concelebrar a ação de graças pelos 25 anos do ministério presbiteral do Padre Marcial Maçaneiro. A missa foi celebrada na comunidade de origem do P. Marcial, na Capela Santa Luzia, Bairro Santa Luzia, em Brusque. A eucaristia foi concelebrada por Dom Nelson Westrupp, bispo emérito da Diocese de Santo André- SP, e Dom Manoel João, bispo da Diocese de Cornélio Procópio – PR. Estiveram presentes padres diocesanos e religiosos dehonianos das Províncias BRM e BSP. Padre Vagner Donizetti Maciel e eu, representamos a Província BSP nesta ação de graças. Parentes e amigos se fizeram presentes. Também estiveram presentes pastores de igrejas evangélicas.

Os textos bíblicos escolhidos para a celebração têm uma profunda sintonia com o carisma dehoniano. Por isso a celebração expressou a necessidade de fazermos a experiência do Coração novo e do Espírito novo, conforme a Profecia de Ezequiel (36, 24-28).

Nesse sentido, o padre é o homem do Coração novo, capaz de amar e ser amado, capaz de perdoar e ser perdoado, capaz de ofertar sua vida no serviço missionário; ele é o homem do Espírito novo, chamado a anunciar com amor e paixão a Palavra de Deus. É o Espírito que renova todas as coisas, sobretudo a disposição e disponibilidade em servir e amar a Igreja, Povo de Deus.

O padre é o servidor da reconciliação, homem reconciliado e reconciliador. O padre é chamado a fazer a experiência da reconciliação em sua vida e em sua vocação. Se alguém está em Cristo, então é uma Criatura nova. O Senhor confiou aos padres o Ministério da reconciliação, conforme diz São Paulo na segunda carta aos Coríntios (5, 17 a 20). Também nosso Fundador nos exortou à reconciliação: de seus religiosos, padre Dehon espera que sejam profetas do amor e ministros da reconciliação dos homens e do mundo em Cristo (Cst 7).

O evangelho de São João apresentou a Oração de Jesus ao Pai intercedendo pelos seus discípulos. A oblação de Cristo ao Pai é salvação para a humanidade. O desejo do Coração de Jesus é que seus discípulos sejam um como nós somos um: Eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade (cf. Jo17, 20 a 23).

A identidade do padre é ser outro Cristo no meio do povo e a sua missão é pastorear o rebanho que lhe foi confiado. Em Cristo, o Bom Pastor, o padre é chamado a dar a vida pelas suas ovelhas (Jo 10,11), “a buscar a que estiver perdida, reconduzir a que estiver desgarrada e restaurar a que estiver abatida” (cf. Ez 34, 16).

Nossa gratidão, em nome da Província, ao padre Marcial pela sua doação vocacional. Rogo a Deus que continue derramando sobre sua vida e vocação graças e bençãos. Que seu ministério seja sinal de fecundidade no anúncio da Palavra, no ministério da reconciliação e no pastoreio da unidade.

P. Ronilton Souza de Araújo, scj (Superior Provincial da Província BSP).

Comments are closed.