Banner
Dehonianos - Província BSPDestaquesVISITA DO SUPERIOR GERAL E CELEBRAÇÃO DE 14 DE AGOSTO DE 2019

VISITA DO SUPERIOR GERAL E CELEBRAÇÃO DE 14 DE AGOSTO DE 2019

Aos doze (12) dias do mês de Agosto de 2019, a comunidade religiosa do Convento Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté/SP, recebeu com grande júbilo a visita do Superior Geral da Congregação dos Dehonianos, P. Carlos Luis Suárez Codorniú SCJ, e do Conselheiro Geral, P. Levi dos Anjos Ferreira SCJ, os quais estão em visita canônica nas diversas comunidades religiosas no Brasil.

Às 18h00 toda a comunidade do Convento celebrou a Santa Missa em memória do Fundador, Padre Dehon, solenemente presidida pelo Superior Geral e concelebrada pelos Padres Dehonianos Levi dos Anjos Ferreira, Djalma L. Magalhães Tuniz, Mário Marcelo Coelho, Mariano Weizenmann, José Knob, João Carlos Almeida, Bertino Schappo, Victor de Oliveira Barbosa e Adriano Marques Santiago (os dois últimos se encontram de passagem pelo Brasil).

Em sua homilia, P. Carlos destacou as lembranças de sua recente passagem por esta casa em Fevereiro deste ano, bem como exortou-nos sobre a importância de “seguirmos um projeto que tem como objetivo ser feliz”, tal como recorda a primeira leitura (Dt 10, 12-22) da liturgia. Paralelamente, lembrou-nos que “No Evangelho (Mt 17, 22-27) ouvimos a palavra de Jesus que faz entristecer os corações daqueles que o ouviam […] talvez porque os discípulos tinham muitas coisas ainda a resolver: projetos pessoais, interesses diversos e difíceis de serem concretizados e isso tornava a felicidade difícil. […] Jesus disse claramente sobre a morte, sobre entregar a vida. Como encontrar, então, felicidade e amor no sofrimento? […] tudo o que acontece em nossa vida tem o selo, a marca de Deus e nosso desafio é entender que sempre será assim”. Reportando-se à memória de nosso Fundador, P. Carlos, remetendo-se aos escritos do P. Freyd, lembrou-nos que “[…] terminando seus estudos, P. Dehon foi orientado a voltar para a França, sendo obediente ao seu bispo e suas ordens. Dehon foi obediente e lá descobriu sua vocação e o projeto de Deus para ele, o qual, sem dúvidas, foi o de ser feliz. […] P. Dehon nos legou o maior tesouro, o Coração de Jesus, o qual ele se encontrou e por isso pôde nos deixar. […] esse foi o modo com que Deus falou ao coração de Dehon”. Por fim, disse-nos com ternura: “Hoje é um dia para recordarmos um homem que se abriu ao projeto de Deus e entendeu que ser feliz é o caminho que Ele nos propõe e nos convida. Ser feliz mesmo nas adversidades cotidianas. […] Que a voz do Senhor, ouvida na Palavra, na Liturgia, nos irmãos, nos superiores, na fraternidade e em nossa consagração, seja sempre motivo de alegria, seguindo o modelo de nosso Fundador que fez sua vida doação”. Mencionando as comemorações do Ano Centenário que celebramos no corrente ano em Taubaté/SP, pediu que “[…] este ano tão especial celebrado em Taubaté, seja um ano para lembrar: Deus nos quer felizes e devemos ser, portanto, seus colaboradores fazendo os outros felizes com nossa presença. Essa é nossa tarefa: fazer os outros felizes. Tenhamos um coração alegre, pois fazemos parte dessa grande história, a história de um homem e de uma congregação tão querida por Nosso Senhor”!

Ao final da Santa Missa, P. Levi dos Anjos Ferreira tomou a palavra e disse sobre a importância de celebrarmos essa data recordando sempre que “O sonho de Padre Dehon não foi enterrado com ele, mas continua crescendo e frutificando em cada dehoniano”. Segundo P. Levi, devemos nos perguntar sempre: “dentre as tantas características do Padre Dehon, com qual delas me identifico”?

Após a Santa Missa, encerramos nosso dia com um jantar festivo, nos alegrando com a vida fraterna e vendo, em cada dehoniano, a alegria de ser parte de uma história.

Fr. Danilo Cardoso Fuzatto SCJ.

Comments are closed.