Dehonianos - Província BSPArtigosMEMÓRIAS DA NOSSA HISTÓRIA

MEMÓRIAS DA NOSSA HISTÓRIA

Conventinho de Taubaté. Os Dehonianos no Vale do Paraíba

11.3. Outras atividades

O livro das crônicas do Conventinho, desde 1938, vem, anualmente, fazendo referências às atividades dos padres e fratres na ajuda às paróquias por ocasião da Semana Santa. A maior parte dessas solicitações são provenientes das paróquias do Vale do Paraíba e no Sul de Minas.

Quanto à presença e à atuação dos dehonianos na região valeparaibana, padre Murilo, em março de 1978, discorrendo sobre o centenário da Congregação e sobre os 75 anos da vinda dos pioneiros dehonianos ao Sul do Brasil (1903), lembrava que a casa do Conventinho, através dos 53 teólogos fazia-se presente e atuante em toda a diocese de Taubaté, incluindo a região de São José dos Campos. Todo esse contingente de estudantes deixava uma marca profunda na vida das comunidades {cf. Cr. 4. fls. 64 e 64v}.

Não obstante o magistério teológico no Conventinho, os padres Renatus Boeing, Eusébio Scheid, Silvino Kunz, Sergio Valle, Luís Carlos da Silva e Moacir Pedrini lecionaram no Seminário Maior da arquidiocese de Aparecida. Padre Eusébio Scheid lecionou ainda na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e padre Luís Carlos da Silva no Instituto Teológico Pio XI, em São Paulo.

No próprio Conventinho, foram realizados diversos cursos de formação teológico-pastoral para os fiéis leigos, capacitando-os para atuarem como agentes de pastoral. Entre os cursos de formação teológica elencamos:

* Curso de formação para diáconos (3 anos), administrado pelos padres Eusébio Scheid e Renatus Boeing;
* Curso de formação para ministros extraordinários da Sagrada Comunhão (um ano), sob a responsabilidade do padre Renatus Boeing; * Cursos de preparação para casamento para toda a diocese de Taubaté (durante seis anos), administrado por uma Equipe de Leigos sob a coordenação do então padre José Antônio do Couto.

* Curso de Teologia para Leigos, em São José dos Campos (dois anos), administrado pelos padres José Antônio do Couto, Eusébio e Renatus (1968 – 1978);

* Cursos de Teologia Fundamental para Leigos (dois anos), organizados pelas paróquias São Judas Tadeu (Jabaquara, SP) e Nossa Senhora da Candelária (Vila Maria, SP), com a colaboração dos professores do Conventinho {cf. AA, “Cursos realizados no Conventinho”, in: O CONVENTINHO (jun. 1976), p. 2}.

* Curso de Teologia para Leigos (duração de dois anos), no Conventinho, ministrado pelos professores do Instituto Teológico SCJ, para as dioceses do Vale Paraíba, desde 1984 até o presente.

Muitos desses cursos de formação teológico-pastoral funcionaram durante diversos anos. Além desse trabalho, os padres da nossa casa colaboraram sempre com a Igreja diocesana, prestando serviços de coordenação e assessoria pastoral na Diocese (padre José A. do Couto), fazendo parte dos conselhos diocesanos de presbíteros (Fischer, Couto, Eusébio Scheid, Armindo Kunz, Celson Altenhofen e José Francisco Schmitt e Darci Dutra).

Por muitos anos, a casa do Conventinho auxiliou a paróquia e Basílica Bom Jesus de Tremembé no apostolado aos enfermos, no Hospital Bom Jesus de Tremembé, na pessoa do padre Carlos Fuzão. A capelania da Casa do Menor dos Irmãos Franciscanos (desde 26.1.1958 até a sua extinção) foi atendida pelos padres do Conventinho. Pelos idos de 1935, trinta e quatro anos antes da criação da paróquia Sagrado Coração de Jesus, portanto, os dehonianos atendiam a capela de Santa Cruz do Areão. Alguns anos depois começaram a atender a capela de Água Quente. As atas da casa, em 26 de fevereiro de 1958, registram também o atendimento da capela da fazenda Kanegae, com missas no 1o e 3o domingo {cf. Atas do Conselho da Casa, fl. 115}. E, a partir de 1970, os padres estiveram à frente das paróquias do Sagrado Coração de Jesus, Quiririm, Mãe da Igreja (Estiva) e Redenção da Serra. Conste, ainda, a assistência da Obra Social de Vila Aparecida, das capelas rurais, do acompanhamento dos Cursilhos de Cristandade, dos cursos de teologia para fiéis leigos em Jacareí e em Taubaté e do Movimento de Shalom {AA, “Catequese e Pastoral de Juventude”, in: O CONVENTINHO (ago. 1977), p. 3}.

Hoje, o Conventinho continua marcando sua presença durante a semana, no Asilo (Casa do Ancião) e nas comunidades religiosas das Irmãs Sacramentinas e do Lar Santa Verônica com a celebração de missas.

P. José Francisco Schmitt SCJ.

Comments are closed.