SABERES & SABORES

O Rei e o Mendigo

Certa vez, um mendigo estava andando com um prato de arroz na mão. Uma carruagem veio em sua direção, quando parou ao seu lado o rei daquele lugar. Olhando para a carruagem, o mendigo pensou: quem seria aquele rei e como ele se dignava a parar ao lado de um mendigo.
Descendo da carruagem, o rei pediu para o mendigo um pouco do seu arroz. Surpreso, o mendigo então olhou para o rei e pensou: Como o Rei pode me pedir alguma coisa? Ele pode ter de tudo o que quiser? E foi bem mesquinho. Pegou um único grão de arroz e o deu ao rei. O rei, então, fechou o grão dentro da mão do mendigo, subiu na sua carruagem e foi embora.

Quando o mendigo abriu a mão, levou um grande susto. O grão de arroz havia se transformado em uma pepita de ouro. Neste momento, o mendigo olhou para o prato de arroz e chorou por não ter tido a capacidade de colocar mais. Saiu correndo atrás do rei, dizendo:
– Por favor, Majestade, pare. Eu mudei de ideia, tome mais do meu arroz!
Então o rei disse:
– Não, obrigado. Recebi de você o que foi colocado por ti de bom grado e com bom coração. E Você, já recebeu tudo aquilo que colocou na vida, de bom grado e de bom coração.
O que se recebe da vida é aquilo que nela se coloca primeiro, aquilo que doamos livre e verdadeiramente como expressão do nosso amor, nem mais nem menos. É o amor, a capacidade de se doar e de se entregar que transforma tudo o que temos e tudo o que somos. Como disse Madre Teresa de Calcutá: tudo aquilo que não é dado, fica perdido?
O que você tem colocado na vida, ultimamente?

 

Belas Mensagens (https://www.belasmensagens.com.br/).

Comments are closed.