VIVÊNCIAS E REMINISCÊNCIAS

“Pois para mim, o viver é Cristo” (Fl 1,21)

 

Sou o Diác. Denner Gregório Silva Vicente. Nasci no dia oito do mês de Setembro, de 1993, em Varginha/MG. Sou filho de Rozilda Aparecida Silva Vicente e Darcísio Vicente. Tenho uma irmã, Gabriela Silva Vicente. Nesse berço familiar comecei a me formar como gente. Agradeço a Deus pela família que ele me deu!
Como um bom mineiro católico, as primeiras experiências de fé começaram logo cedo em minha vida. Já criança, era envolvido com as “coisas da Igreja”; catequese, coroinhas, pastorais. Aqui, começaram aparecer os primeiros sinais vocacionais. Posso afirmar que ela nasceu das belas experiências vividas em comunidade. Trago com carinho minha comunidade de origem, que está sob a proteção de Santa Rita de Cássia.
Após um tempo de acompanhamento vocacional, com Pe. Rafael Querubin, ingressei no Seminário Dehonista de Lavras/MG, no ano de 2010, aos dezesseis anos de idade, onde cursei o 3º ano do Ensino Médio. Primeiro ano de seminário, primeira casa, primeiro amor! Ainda sinto saudades de lá!
Nos anos de 2011 a 2013, cursei Filosofia na Faculdade São Luiz, residindo no Convento Sagrado Coração de Jesus, em Brusque/SC. Além dos estudos, esta etapa muito me marcou pela convivência entre nós estudantes, ainda com as famílias daquela cidade.
Após a conclusão dos estudos filosóficos, ingressei como postulante, no Postulantado São Judas Tadeu, em Terra Boa/PR. No ano seguinte, fui admitido ao Noviciado Coração de Jesus, em 14 de Janeiro de 2015, na cidade de Barretos/SP, onde, depois de um ano como noviço, professei os primeiros Votos Religiosos de Castidade, de Pobreza e de Obediência, na Paróquia São João Batista, no dia 15 de Janeiro de 2016. Nessa ocasião, minha turma escolheu como Lema: “Haja entre vós o mesmo sentir e pensar que em Cristo Jesus: Sint Unum” (cf. Fl 2,5).
O mestre de noviços, Pe. Eli, comunicou minha primeira missão como religioso neo-professo, sendo transferido para o Instituto Meninos de São Judas Tadeu – IMSJT, em São Paulo/SP. Num primeiro momento o espanto de trabalhar e morar na maior metrópole da América Latina; depois, na complexidade que é o Instituto. Confesso que tive medo! Mas, após dois anos trabalhando nessa abro os sentimentos mudaram, e a palavra que os sintetizaram foi gratidão!
Após este período de estágio, iniciei, em Taubaté/SP, meus estudos teológicos na Faculdade Dehoniana, residindo no Conventinho. Por dois anos, realizei meus trabalhos pastorais na Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja e um ano na Paróquia Espírito Santo, ambas na mesma cidade.
Em 13 de Fevereiro deste ano, professei meus Votos perpétuos de Castidade, de Pobreza e de Obediência, na Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja, Santuário São Benedito, Taubaté/SP. No dia seguinte, na Matriz Sagrado Coração de Jesus, na mesma cidade, recebi o terceiro grau da Ordem, o Diaconato, pela oração e imposição de mãos de Dom Nelson Westrup, SCJ.
Minha turma escolheu o mesmo lema da nossa Primeira Profissão, a fim de continuar na busca pelos mesmos sentimentos de Cristo Jesus e vivendo a unidade através do imperativo Sint Unum, (Sejam um). Exerci meu diaconato na Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja, em Taubaté/SP.
No dia 18 de dezembro de 2021, serei ordenado presbítero pela iimposição de mãos de Dom Pedro da Cunha Cruz, bispo da Campanha/MG, juntamente com meu confrade Diácono Danilo Cardoso Fuzatto. Com o auxílio divino, quero me tornar sacerdote para contribuir com o Reino, levando o povo a experimentar o amor bondoso, gratuito e misericordioso de nosso Deus. Por isso, quero assumir diariamente o lema que escolhi para este novo passo da minha vocação: “Pois para mim, o viver é Cristo” (Fl 1,21).

Diác. Denner Gregório Silva Vicente SCJ
(Conventinho e Faculdade Dehoniana de Taubaté)

Comments are closed.