Dehonianos - Província BSPDestaques NotíciasORDENAÇÃO SACERDOTAL DE PADRE ARLYSON, BSL

ORDENAÇÃO SACERDOTAL DE PADRE ARLYSON, BSL

Ele ajoelhou-se homem e levantou-se padre

Na solenidade do Batismo do Senhor, às margens não do rio Jordão, mas do rio Pindaré, ele ajoelhou-se homem e levantou-se padre: Arlyson Ernesto agora é para sempre Sacerdote do Coração de Jesus. O local da celebração foi a cidade de Pindaré Mirim (MA), na diocese de Viana: terra que recebeu os primeiros dehonianos em missão  no Maranhão.

A  paróquia foi São Pedro Apóstolo, cujas paredes abrigaram Pe. Arlyson no seu batismo, na primeira comunhão, no crisma e agora testemunharam o mesmo recebendo o sacramento da ordem. Presidida por Dom Vilson Basso, bispo titular da diocese de Imperatriz (MA), e concelebrada pelos padres Ronilton Sousa de Araújo, superior da Província BSP, Pe. Junio, representante do Superior do Distrito BSL, por Pe. Luís Fernando, pároco da paróquia já mencionada, e outros sacerdotes, a celebração teve início por volta das 18hs, com o juramento e ao som dos sinos que badalavam nas torres da igreja. O som avisava que o filho da dona Zezé estava novamente cruzando a praça da matriz, não mais para fazer suas traquinagens e tomar banho no rio, mas para imolar sua vida no altar daquele do qual jorram rios de água viva.

Com  a  presença dos amigos, das principais lideranças da paróquia, de muitos   familiares e de alguns membros da Congregação, a celebração com duração de quase três horas transcorreu de modo sereno e emocionante. Durante os ritos da ordenação propriamente dita, ao cantarmos a ladainha, conduzidos pelo Pe. Eduardo Fonseca, SCJ, nos parecia que o céu havia descido e a voz do próprio Deus ecoava nos nossos corações, tamanha a mística que invadiu a atmosfera da igreja durante aquele canto.

O Dom Vilson Basso celebrou com aquela naturalidade e cordialidade que lhe são próprias. Na sua homilia ressaltou de modo enfático a necessidade da vida de oração que para ele é um hábito vital para um sacerdote que irá servir a Igreja numa sociedade pós-pandemia. Aliás, dispor-se a serviço, de modo especial na escutado povo, foi que o Dom recomendou que Pe. Arlyson se empenhe em fazer.  O neossacerdote se mostrava emocionado ao mesmo tempo que consciente do que estava vivendo, horando seu lema sacerdotal: “sei em quem depositei a minha fé e não serei confundido”.

Pe. Arlyson Ernesto tem 29 anos de idade. Sua vida na Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus teve início em 17 de fevereiro de 2009 quando ingressou no Centro Vocacional Dehoniano (CVD), em São Luís. Fez sua primeira profissão em 15 de janeiro de 2015 e professou perpetuamente em 15 de fevereiro de 2020. Iniciará suas atividades pastorais como sacerdote no dia 13 de fevereiro próximo, no Santuário de Santa   Luzia, em Santa Luzia (MA) numa comunidade religiosa dehoniana composta por outros  quatro religiosos. Pelo neossacerdote elevemos a Deus preces de gratidão e súplicas para que seja fiel a sua vocação e missão.

 

Fr. Marcelo Lima SCJ (Distrito BSL).

Comments are closed.