RENÚNCIA DE DOM MURILO

Papa Francisco aceita renúncia de Dom Murilo Krieger

O Santo Padre aceitou, hoje, 11 de fevereiro de 2020, a renúncia ao governo pastoral da Arquidiocese de São Salvador da Bahia (Brasil) apresentada por S. E. Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, bispo da Congregação dos sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus.

O Papa nomeou Arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de São Salvador da Bahia (Brasil), o Em. Cardeal Dom Sérgio da Rocha, Arcebispo Metropolitano de Brasília Dom Murilo Krieger nasceu em Brusque, no dia 19 de setembro de 1943 e, desde criança sentiu a vocação à vida religiosa sacerdotal. Completou seus estudos de primeiro e segundo grau no Seminário de Corupá/SC, da Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus.

Emitiu a 1ª profissão religiosa no dia 02 de fevereiro de 1964. Foi ordenado sacerdote no dia 07 de dezembro de 1969 e nomeado bispo de Lysinia e auxiliar do arcebispo de Florianópolis aos 16 de fevereiro de 1985 (primeiro com Dom Afonso, até março de 1991; e, depois, com Dom Eusébio Oscar Scheid, também dehoniano, de março a junho de 1991). No dia 22 de julho de 1991 assumiu a diocese de Ponta Grossa/PR. Em julho de 1997 foi-lhe confiada a arquidiocese de Maringá/PR. Foi nomeado arcebispo de Florianópolis no dia 20 de fevereiro de 2002, ao passo que no dia 12 de janeiro de 2011 foi nomeado arcebispo metropolitano de São Salvador da Bahia, missão que desenvolveu até a presente data.

Dom Murilo é autor de numerosos livros, escreve em revistas e jornais, além de conduzir programas televisivos e de rádio, sempre com o objetivo de evangelizar e estar em meio ao povo, como pastor.

P. Zeferino Policarpo SCJ (dehoniani.org./). Tradução de E&L.

Comments are closed.