Dehonianos - Província BSPDestaques NotíciasSOLENIDADE DO CORPO E SANGUE DE CRISTO

SOLENIDADE DO CORPO E SANGUE DE CRISTO

O Sacramento do Amor de Cristo

Não é segredo para ninguém que vivemos um tempo atípico devido à dura realidade imposta pela pandemia do COVID-19. A todo instante somos desafiados a nos reinventarmos em inúmeros aspectos de nossas vidas buscando meios de contornar as dificuldades e vivermos o mais próximo possível da normalidade.
A celebração do Santíssimo Corpo e Sangue do Senhor é sem sombra de dúvidas um dos momentos mais célebres e ricos do ano litúrgico, uma solenidade que traz consigo inúmeras tradições que nos ajudam a viver melhor esse momento e que, portanto, não poderia passar em branco. Inúmeros são os fiéis que sofrem pelo distanciamento do Cristo Eucarístico e que desejam ardentemente vivenciar tais celebrações, nós somos privilegiados por tal oportunidade e abraçamos de coração aberto a missão de celebrarmos esta solenidade da melhor forma possível, nos reinventando, porém, mantendo todo o encanto da tradição.
No Convívio Vocacional Dehoniano em Terra Boa, Paraná, os preparativos começaram cedo e a todo vapor e envolveram os formadores, e é claro os propedeutas. Orientados pelos nossos queridos Pe. Reginaldo e Frater Eliseu todos os momentos acabaram por se tornar parte do rito celebrativo, desde a busca da serragem, a pintura da mesma e a confecção dos tapetes.
No raiar do dia, em meio a cores diversas, os traços foram surgindo e pouco a pouco iam ganhando forma e cor os inúmeros desenhos que constituíram o belo tapete que presenciaria a passagem de Nosso Senhor. Cada um colocando os seus dons à disposição da comunidade, uma colaboração fraterna e uma ajuda mútua que acrescenta algo de valor imensurável à cada ilustração: uma pitada de amor fraterno.
Após o término da decoração, chegava o ponto ápice do nosso dia, o momento da festa maior, a celebração da Santa Missa. Presidida de forma belíssima e solene pelo Pe. Reginaldo e embalada por belas canções conduzidas pelo Frater Eliseu Ramos, ali cada um pôde reviver o sacrifício do Cristo e adorá-lo presente de forma real na Sagrada Eucaristia. Ao término da Santa Missa houve um cortejo solene por todas alas do Seminário e em determinados locais a bênção do Santíssimo Sacramento onde se orava por intenções específicas. Oramos por nossa Congregação, Superiores, Religiosos, Seminaristas e nossas obras; oramos por cada um dos nossos colaboradores e benfeitores; oramos por todos os vocacionados e por aqueles que ainda vivem seu processo de discernimento vocacional; e por fim oramos pelo fim da pandemia do COVID-19 e por todos aqueles que de alguma forma são afetados por ela.
Viver a Eucaristia é viver em Jesus, é levar a vida nEle e celebrá-lo em nós. Durante e até mesmo após a pandemia, muita coisa tem mudado e ainda há de mudar, inclusive nós mesmos, porém algo sempre permanecerá imutável: nossa fé e as tradições e valores que ela carrega consigo. Que possamos hoje e sempre, seja nas igrejas, em nossos lares ou onde quer que estejamos, dar glórias e louvores em todo o momento ao Diviníssimo Sacramento. Demos glórias e louvores a todo momento à presença amorosa de Deus, que se tornou nosso alimento.

Propedeuta Müller Camilo Coelho (Seminário São Judas Tadeu, Terra Boa/PR).

Comments are closed.