Dehonianos - Província BSPDestaques NotíciasSOLENIDADE DO SCJ EM TERRA BOA

SOLENIDADE DO SCJ EM TERRA BOA

A alegria de ser Dehoniano é ser do Coração de Jesus

A Solenidade do Sagrado Coração de Jesus é para nós dehonianos o ápice da manifestação do nosso carisma. Nesse dia nossos olhos se voltam de forma mais concentrada para o lado aberto de Cristo, onde contemplamos o coração do ressuscitado a pulsar de amor por cada um de seus irmãos. É dia de festa!
Sendo assim, em Terra Boa a comunidade ansiosa por celebrar o centro de sua espiritualidade, não deixou que um vírus estragasse a data. Cada uma das comunidades do setor comemorou, separada, o Coração de Jesus da forma mais solene possível, sem deixar a desejar nas merecidas homenagens a ele.  A comunidade da Paróquia São Judas Tadeu, na pessoa de Padre Robson Rocha,scj  unido aos Leigos Dehonianos, grupo Coração Novo e MDJ celebrou a santa missa à noite. Naquele momento preenchido pelo entusiasmo dos fieis foi  lida a carta do Superior Geral, e depois foi coroado o Sagrado Coração de Jesus.
O Convívio Vocacional Dehoniano, Seminário São Judas Tadeu iniciou suas atividades comemorativas na terça feira anterior à festa exaltando as palavras do Superior Provincial por meio de reflexões embasadas em sua carta pela ocasião da Solenidade em nossa província. Celebrados os três dias, foi feita a Hora Santa na véspera da sexta feira. Com toda a casa ornamentada no dia 19, há exatos quatro meses da chegada dos primeiros propedeutas às 10:30 da manhã foi celebrada solenemente a Santa Missa, presidida por nosso diretor Padre Reginaldo Sturion,scj. Tendo apresentado as virtudes do Coração de Jesus e celebrado dignamente os santos mistérios, fizemos todos a renovação de nossa consagração ao Coração de Jesus, fonte de nossa alegria.
A partir da experiência de fazermos comunidade sem os celulares tivemos um almoço e convivência agradável até a tarde, fato que marcou nossas vidas, e que sem dúvidas é digno de ser lembrado por muito tempo. Porquanto, nosso setor fica feliz em partilhar da presença de vida dehoniana apesar das dificuldades que surgiram pela pandemia. Reaprender a ser resilientes em tempos difíceis se torna mais fácil junto daquele que foi sempre manso e humilde, não se exaltou mas se fez servo. Vivat Cor Iesu!

Frater Eliseu José Ramos,scj.

Comments are closed.