Dehonianos - Província BSPArtigos DestaquesVIVÊNCIAS E REMINISCÊNCIAS: DIÁC. LUIZ CARLOS

VIVÊNCIAS E REMINISCÊNCIAS: DIÁC. LUIZ CARLOS

“Avance para águas mais profundas” (Lc 5,4)

Eu nascei aos 12 de abril 1984, às dezesseis horas e vinte e cinco minutos, no estado de Minas Gerais, mais precisamente no sul do estado, na cidade de Passa Quatro. Sou o caçula de uma família de onze filhos, a “rapa do tacho”. Meus pais são Maria Rodrigues da Silva e Manoel Lamin da Silva, falecido no dia primeiro de fevereiro de 1993.
No decorrer de minha vida, eu sempre trabalhei, começando aos doze anos de idade, não por imposição dos meus pais, mas por perceber o esforço deles em manter a família em harmonia, sem nunca deixar faltar nada, mesmo com os aperreios da vida.
Meu despertar vocacional presbiteral teve início na infância, quando eu dizia que queria ser padre. Essas inquietações em relação à vocação se tornaram mais fortes quando me inseri no grupo de jovens. Embora o chamado vocacional me inquietasse, não respondi de imediato. Trabalhei, estudei, formei-me como Técnico de enfermagem, exerci a profissão tanto na minha cidade natal, como também em Taubaté, interior de São Paulo.
Aos vinte e quatro anos de idade, o chamado vocacional novamente repercutiu em meu coração. Então, comecei o processo de discernimento vocacional, acompanhado pelo então Frater Daniel, da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Foi um ano de conversas, orações, até o momento de dizer o “sim” ao chamado de Deus. Eu, portanto, entrei no seminário da Congregação, situado em São Paulo, no dia primeiro de março de dois mil e dez.
De lá para cá, já se contam 12 anos de caminhada formativa: primeiro ano, no Seminário Propedêutico; os três anos seguintes (2011-2013), na Filosofia, em São Luís-MA; já no quinto ano de caminhada (2014), fiz o Postulantado, em Terra Boa-PR, e o Noviciado em 2015, na cidade de Barretos-SP, onde fiz a primeira profissão religiosa aos 15 de janeiro de 2016, exatamente há seis anos. No estágio pastoral contribuí em uma obra social da Congregação, o Instituto Meninos de São Judas Tadeu, em São Paulo, nos anos de 2016-2017. Atualmente resido em Taubaté-SP, onde me preparo para concluir meus estudos teológicos. Nesta cidade professei os Votos Perpétuos, no dia 15/02/2021, e fui ordenado diácono, no dia 16/02/2021. Pastoralmente, vivo com intensidade meu ministério diaconal, trabalhando junto à Paróquia São José de Tremembé, em Tremembé-SP.
Aos 37 anos de idade serei ordenado presbítero para o povo de Deus e para a Igreja. Tenho como inspiração aquele que será meu lema de ordenação presbiteral: “Avance para águas mais profundas” (Lc 5,4).
Hoje, só tenho o que agradecer, primeiramente a Deus, por me proporcionar tantas graças e a Congregação que desde o início me acolheu e ofereceu diversas oportunidades e meios para o meu crescimento humano e intelectual.
Minha ordenação presbiteral será no dia 15/01/2022, às 18:00 na quadra Poliesportiva Oswaldo Orlando da costa, localizada no Estádio Municipal na Rua Antônio Pessoa, no bairro São Geraldo, Passa Quatro-MG. Serei ordenado pela oração e imposição de mãos de Dom Pedro Cunha, Bispo da Diocese da Campanha-MG. No dia seguinte, presidirei a Eucaristia pela primeira vez na Matriz de São Sebastião, às 10:00hs. Desde já agradeço pelas orações.

 

Diác. Luiz Carlos da Silva SCJ (Taubaté: Conventinho e Faculdade Dehoniana)

Comments are closed.